Turismo na Aldeia Tapixi

A aldeia Tapixi está situada na Terra Indígena Rio das Cobras município de Nova Laranjeiras – Paraná, onde vivem cerca de 45 famílias Guarani. A Terra Indígena é ocupada por pessoas da etnia Kaingang e Guarani, sendo o total da área de 18.681,98 hectares de terra. A comunidade não possui uma área própria e vivem em terra Kaingang. Possui cacique, vice-cacique, lideranças e tomam as decisões durante a realização de reuniões. As principais atividades desenvolvidas na comunidade são o cultivo de milho, feijão, plantas medicinais para extração de óleos essenciais, confecção e venda de artesanato.

Roteiro de Tekoa Tapixi – Grupo Tekoa Sustentável

Grupos: 20 a 35 pessoas

Atividade

  • Acolhida  com Café ao modo Guarani Duração aproximada de 30 minutos
    mbojape (bolinho assando na cinza) ou xipá (bolinho frito), açuca ka’i (café de brasa)
  • Conversa com Xamoĩ Marcolino – sobre a aldeia e sobre medicina Guarani – Duração aproximada de 40 minutos
  • Caminhada pela Agrofloresta – conhecer a forma de produção sustentável de alimentos, frutas e plantas para óleo essencial – Duração aproximada de 40 minutos
  • Almoço ao modo Guarani – Duração aproximada de 60 minutos
    Jopara (canjica com feijão), Uru ro’o (galinha caipira), Yy ei (suco de mel), Avaxi kui (farofa de milho com amendoim)
  • Caminhada pela Tekoa – passagem pela escola, campo de futebol, Opy’i (casa de reza), apresentação de Canto Coral Guarani. – Duração aproximada de 90 minutos
  • Oficina de artesanato na Opy Nhemboaty (casa grande) com Feira de Artesanato e Produtos da Tekoa – Duração aproximada de 90 minutos

Valor

R$—— por pessoa

Informações

Fone whats: (42) 98401-3219

Email: turismo@tembiapo.com.br

Um pouco de história…

Escrito em Guarani e traduzido em português por Josiane Pará Veríssimo e Jessé Veríssimo
Educandos do Curso Formando em Rede, 25 de setembro de 2012.

Tekoa Tapixi oĩ terra indígena Rio das Cobras Nova Laranjeiras – PR py, ha’e Py Ikuai Nhande Kuery ha’e Nhande agua kuery, 45 familias 18.681,98 hectres yvy Oĩ opy.
Omboypy ha’e py ikuai 1960 py, peteĩ familia ha’e py ou Vila Xagu Gui. Jypy’i ha’e py ou Va’e Artur Karai Verissimo Gua’xy Ha’e 8 ta’y Kuery.
Artur ra’y aiopoe’i ooxa vy bo rire tape kua’a re aexa oo’i amboae ojapo ve ha’e gua’y keury ombuvixa. Ha1e jave tapixi heta.
Hare jave ombo ehery tekoa Lebre (Tapixi) 7 anos rire heta rã kuery ou vy heta ve, ikuaai porã ha’e Xamoĩ oiko.
Haỹ Ikuai tekoa py 40 familias mbya 124 pessoas , 36 kunha, 38 ava, 30 kyrigue.

Tradução
A aldeia Tapixi, com cerca de 45 famílias Guarani, está situada na Terra Indígena Rio das Cobras, município de Nova Laranjeiras/PR,  a área total é de 18.681,98 hectares de terra que é compartilhada entre as etnias Guarani e Kaingang.
O povoamento da aldeia Tapixi começou no ano de 1960, com a vinda de uma família guarani, proveniente da Vila Xagu, próxima a Nova Laranjeiras. As primeiras pessoas, ao chegarem na aldeia, foram o senhor Artur Karai Veríssimo com sua esposa e seus oito filhos. Segundo o filho do Sr. Artur, a família estava de passagem quando no meio do caminho havia um pequeno barraco que outros índios fizeram para descansar depois de caçar. Ali a família começou a fazer outras casas e criar seus filhos. Conta que na época existiam muitas lebres que eram a principal forma de alimentação da família. Portanto com o passar do tempo deram o nome da aldeia de Lebre, ou seja, Tapixi.
Depois de sete anos de vivência naquele lugar os parentes começaram a chegar e foi aumentando a população, que viviam em harmonia com a natureza, preservavam as tradições porque já existia Xamoῖ. Como o sr Artur Veríssimo já tinha seus conhecidos Kaingang, foi criando mais amizade, ganhando respeito, e assim chegaram num acordo que a família poderia ficar ali. Com o aumento da família, os netos e bisnetos foram conhecendo novas pessoas não indígenas, fizeram amizade e conheceram o lado diferente (a cultura não indígena), não houve conflitos com os não índios, uma vez que a família trabalhava em fazendas da região.
O primeiro morador é lembrado até hoje e, sempre será elogiado por sua coragem e luta para manter sua família, que até hoje permanece na mesma aldeia Guarani Mbyá e que continua repassando essa história para todas a gerações.
Atualmente vivem na aldeia Lebre, Tapixi, cerca de 40 famílias Guarani totalizando 124 pessoas, sendo 36 mulheres, 38 homens e 30 crianças.