Turismo na Aldeia Kuaray Guatá Porã

A Aldeia Kuaray Guatá Porã está localizada no município de Guaraqueçaba, no litoral do Paraná.

Roteiro de Tekoha Kuaray Guatá Porã

Grupos: 15 pessoas
Chegada: sexta à tarde, dependendo da maré
Saída: sábado pela manhã
Periodicidade: 1 vez por mês

Atividades

  • Acolhimento, informes e acordos sobre a programação
  • Caminhada na mata para apreciar a natureza e descobrir as diferentes espécies da mata Atlântica
  • Pescaria tradicional – Mínimo de 7 interessados e dependendo das condições da maré
  • Jogos e Brincadeiras tradicionais – (peteca, arco flecha, dança do xondaro)
  • 19h – Jantar com produtos tradicionais e da época, podendo ter peixe assado
  • 20h – Atividades na Opy’i: Casa de Reza (canto/dança e roda de conversa)
  • 22h – Descanso. Observeção: quem preferir pode trazer barracas e/ou sacos de dormir ou dormir sobre as folhas de palmeira conforme a tradição guarani na Opy’i
  • 08h – Café da manhã com Mbjape e Araka Kai (açúcar ou mel queimado com a brasa e misturado com água quente)
  • 09h – Oficina e feira de artesanato

Observações

O horário de chegada depende das condições da maré, pois o local de embarque e desembarque é de manguezal, orientamos aos visitantes que façam uso de roupas leve e calçado adequado. É importante levar repelente e filtro solar.

Valor a Combinar

R$—– por pessoa

Informações

Fone Whats (42) 98401-3219 com Antonio Carlos Guedes (Toni) – TEMBIAPO
Email: turismo@tembiapo.com.br

Um pouco de história…

Escrito em tupi-guarani e traduzido em português por Gilson Thiago Florentino e Elisete Florentino
Educandos do Curso Formando em Rede, 25 de setembro de 2012.

Tekoa Kuaray Guatá Porã oĩ Guaraqueçaba PR py. Tekoa ombo ypy Francisco Karai Jejoko Timóteo a’e he ta rã kuery ou a’e py 1986 j’ave Jypy’i Ikuai Campo deaviação py ha’e gui ova Cerco Grande py, teko oĩ ha’e Py aỹ peve.
Ha’e va’e yvy ombo ery kuaray Guata Porã, ha’e py nhande keury ikuaĩ, tekoa py ikuai va’e mbya kuery memẽ.
Ay tekoa py ikuai 12 famílias a’e 52 pessoas a’ejavi vy. Ha’e py ikuai va’e kuery ojapo mba’e mõ porã ovende amã, ha’e cesta básica funai ome’ẽ, ha’e omõgue omba’e apo jurua pe.

Tradução
A história da aldeia começa com a chegada do senhor Francisco Karai Jejoko Timóteo e sua família no ano de 1986, primeiro eles tentaram se estabelecer no campo de aviação, depois mudaram para o cerco que hoje é a atual aldeia. O Sr. Francisco se estabeleceu no Cerco Grande que ainda se encontra em situação jurídica de identificação, tendo com documento a portaria 615, publicado em 12/06/2008 que compreende uma área de 201.891 hectares. A posse destas terras foi somente oficializada pelo decreto municipal 640/2008, criado em 30 de novembro de 2008, totalizando uma área de 27 hectares.
A aldeia foi batizada de Kuaray Guatá Porã ali se desenvolve o “Nhadereko” – Modo de ser Guarani.
Os guaranis que vivem na aldeia e no litoral de Paranaguá, identificam-se como mbyá, o mbyá foi traduzido como muita gente num só lugar.
Segundo Dona Tereza Morinica, “a comunidade foi mudando com o passar dos anos, antes cultivavam algumas plantas como milho, batata e fumo. A vida mudou bastante, em algumas coisas melhorou. A comida hoje não é tão difícil de arrumar. Mas hoje é difícil de manter os costumes, porque nós índios não temos mais a liberdade de entrar tanto na casa de reza.”
Ela também diz: “Meu pai era quem organizava as rezas e rituais, nós fazíamos o batismo das crianças e também batismo do mel e milho”.
Atualmente vivem na comunidade cerca de 12 famílias, totalizando 52 pessoas, 17 mulheres, 11 homens e 24 crianças. A comunidade é coordenada por um cacique e por um Xamõi. E sobrevivem da produção e venda de artesanato, extração e venda de palmito, de benefícios assistenciais, como doações de cestas básicas e bolsa família. Algumas pessoas trabalham fora da comunidade para não indígenas.