Colares

Feitos basicamente de sementes existentes nas matas do entorno das aldeias e oriundo de troca entre diferentes aldeias. Alguns são feitos também com pelos de animais, pequenos ossos e cascas (por exemplo do tatu) e ainda alguns com penas coloridas.
Os colares tradicionais Guarani (mbo’y) variam seu tamanho, formato e colorido de acordo com o sexo e a posição de cada pessoa na comunidade. Usados no dia a dia e principalmente durante as cerimônias nas opy’i (casas de reza), significam o fortalecimento do espírito e também a atenção em todos os sentidos da vida dos filhos e para mostrar a própria identidade e a constelação do universo.

Mostrando 1–16 de 94 resultados